Baixar
Fechar menu -

Blockchain para impacto social: uma visão geral do status atual da indústria

A tecnologia Blockchain tem potencial para transformar as vidas de bilhões de pessoas gerando impacto social. Citando apenas alguns exemplos, ela pode servir como banco para os sem-banco, aumentar a rastreabilidade em muitos produtos e serviços que consumimos diariamente, criar identidades digitais, recompensar pesquisas médicas e científicas, e muito mais. De acordo com um interessante relatório da Universidade de Stanford (que analisou 193 organizações que estão se beneficiando da tecnologia Blockchain para gerar impacto social), estima-se que 55% dessas iniciativas serão convertidas em resultados para os beneficiários até o início de 2019. No mesmo relatório, é curioso notar que os projetos relacionados a saúde, inclusão financeira, energia e meio ambiente, doação, democracia e governança, além de agricultura são aqueles que geraram mais interesse. No relatório, os casos de uso mais comuns para iniciativas de Blockchain são: pagamentos e transferências de dinheiro (25%); e registros e verificações (26%). Os benefícios primários mais populares da Blockchain são: redução de riscos e fraudes (38%); e aumento da eficiência (24%).

Com base nessas estimativas, é realmente encorajador pensar que, em um futuro próximo, a tecnologia Blockchain ajudará pessoas do mundo todo de várias maneiras. Vejamos alguns exemplos para compreender o potencial dessa tecnologia em diferentes setores e segmentos verticais.

Setor da saúde

A tecnologia Blockchain pode oferecer os seguintes benefícios a esse setor:

  • Rastreabilidade de ponta a ponta e medidas contra a falsificação de medicamentos.
  • Maior acesso a registros médicos e armazenamento de histórico.
  • Ampliação do acesso eletrônico a registros médicos.
  • Rastreio de credenciais médicas.
  • Recompensa de pesquisas científicas.

A Mediledger Project é uma rede aberta descentralizada para a cadeia de suprimentos farmacêuticos que fornecerá rastreabilidade total de cada produto desenvolvido por esse setor. A Farmatrust é outro projeto interessante com objetivos semelhantes, já que pretende reduzir os custos e eliminar não só a falsificação, mas também a comercialização de produtos de qualidade duvidosa. A Medrec procura consolidar o histórico médico inteiro dos pacientes usando a tecnologia Blockchain (ao longo dos anos com diferentes prestadores de serviços de saúde), e a Modsense permite monitorar a temperatura, uma informação importante para diversos medicamentos. Esses são apenas alguns exemplos da diversidade de usos da tecnologia Blockchain no setor da saúde.

Verificação de identidade e acesso ao sistema financeiro

Anteriormente, quando analisávamos o uso da tecnologia Blockchain para inclusão financeira, percebemos que o fornecimento de identidades a bilhões de pessoas precisava ser o primeiro passo no processo. Projetos como Banqu, Aid:Tech e Secure Key mostram claramente como essa tecnologia pode reduzir custos e, ao mesmo tempo, fornecer identidades digitais que poderiam ser usadas por várias instituições financeiras para viabilizar o acesso ao crédito. A E-stonia é um ótimo exemplo de como a Blockchain pode ser usada para governança, tributação, residência, votação e muitas outras finalidades. A Bitpesa e a IBM Blockchain World Wire também são bons exemplos de como podemos usar a Blockchain para reduzir custos intermediários em serviços de remessa e liquidar pagamentos internacionais em segundos. A Mojaloop é um exemplo interessante que mostra como a tecnologia Blockchain pode servir como banco para os sem-banco.

Doações

A Blockchain pode introduzir a rastreabilidade de ponta a ponta no setor de doações. O principal problema desse setor é – e sempre foi – a falta de transparência. A dificuldade para rastrear como os fundos estão realmente sendo usados e o acesso restrito a informações confidenciais podem ser ambos resolvidos com a tecnologia Blockchain. Humaniq, Rootproject, Givetrack, Circles of Angels e Blockchain For Humanity são bons exemplos disso.

Produção de alimentos

Quando pensamos em como podemos usar essa tecnologia no setor alimentício, a rastreabilidade é a primeira coisa que nos vem à cabeça. Ela pode ser usada para rastrear o histórico dos alimentos e verificar a autenticidade deles. Produtores de alimentos orgânicos, vegetarianos e veganos podem se beneficiar dessa tecnologia fornecendo aos clientes uma maneira simples de garantir a qualidade dos produtos deles. Isso também se aplica a café, frutos do mar, minerais, madeira, algodão e praticamente qualquer produto no qual você possa pensar. Nesse setor, a Grassroots e a Bext360 são exemplos interessantes.

Energias renováveis

A restrição ao crédito sempre foi uma pedra no sapato dos produtores de energia sustentável. Agora, com a Blockchain, esses produtores podem ter acesso a financiamentos coletivos antes da análise completa por especialistas no ramo. Em troca da futura eletricidade por token, a Blockchain permite a produção de energia em massa por meio de recursos naturais, como água, luz solar e vento. Wepower, Electrify Asia e Grid Singularity são exemplos interessantes da aplicação da tecnologia na produção de energia e no setor de trocas. A tecnologia Blockchain também pode ajudar muitas pessoas que não têm acesso a uma rede elétrica a compartilhar o excedente da produção de eletricidade com os próprios vizinhos ou até mesmo vender essa energia extra. A Solshare é um excelente exemplo.

Na RSK, acreditamos no potencial que a tecnologia Blockchain tem para melhorar as vidas de bilhões de pessoas. Projetos como Circles of Angels, Givetrack e Blockchain for Humanity são bons exemplos de como estamos formando uma base sólida para a Internet do Valor.